terça-feira, 8 de maio de 2012

Resenha: Freud, me tira dessa! - Laura Conrado

Um chick lit da melhor qualidade. É assim que defino o livro de estreia da Laura Conrado. Considero este o livro de estreia, porque os anteriores eram voltados ao público infantil. É com Freud, me tira dessa! que Laura dá seus primeiros passos na literatura "adulta", estreando "com louvor".
Não gosto de ficar esmiuçando a narrativa nas minhas resenhas. Acho que o objetivo de uma resenha, definitivamente, não é esse. Gosto de falar do que senti e experimentei ao ler o livro.
Então, vamos lá.
O livro é uma delícia! Envolvente e cativante, do início ao fim. Eu ficava com gostinho de "quero mais" cada vez que precisava interromper a leitura.
A escrita leve e fluida da Laura facilita demais a leitura. E o seu português "certinho" também. Embora pareça óbvio que um escritor escreva corretamente, não é o que tenho visto por aí, infelizmente. O que - é importante dizer - não é culpa apenas dos autores, mas também das editoras (com  exceções, é claro), que não prezam por uma revisão de qualidade.
A personagem central do livro, Catarina, é muito real, muito humana, e isso me agradou profundamente. Gosto de personagens com as quais me identifico. De carne e osso, como gosto de dizer. Apesar de amar os chick lits, às vezes, sinto falta disso nos personagens. Mas com a Catarina foi diferente. Ela é uma garota comum que, apesar de viver uma experiência insólita (apaixonar-se pelo analista), não se afasta do mundo real em nenhum momento.
Gostei muito da forma como a Laura tratou os problemas vivenciados pelos personagens - um misto de sensibilidade, humor e perspicácia. A relação de Catarina com sua mãe é um bom exemplo disso. Laura mostrou grande habilidade para tratar de uma questão, na minha opinião, complexa, sem decepcionar o leitor.
O universo dos personagens e seus dramas me acompanharam por um tempo, depois que já tinha terminado a leitura, especialmente a experiência vivida pela Fabi, por guardar íntima relação com o drama de uma das personagens do meu próximo livro.
Quem gosta de chick lits vai adorar. A Laura fala diretamente com o leitor. Parece um bate-papo, uma conversa entre amigas (ou amigos). Muito bom!!
Em resumo, garantia de boas risadas e boas reflexões.
Com certeza, recomendo!!


Freud, me tira dessa!


Sinopse: Freud, me tira dessa! narra a história de Catarina, uma jovem que passa a morar sozinha em função do novo emprego. Dona de uma vida amorosa catastrófica e disposta a rever suas escolhas, Cat busca ajuda na psicoterapia. Como se não bastasse o dolorido processo de conhecer a si mesma e de adentrar na relação com seus familiares, Catarina se apaixona pelo terapeuta. No auge de sua angústia, a personagem recorre ao pai da Psicanálise para sair dessa. Por meio das confusões de Cat, é possível não simplesmente rir, mas também se identificar com a profunda trajetória de autoconhecimento e aceitação da própria história.


Foto -Laura Conrado


Sobre a autora: Desde criança, Laura Conrado mostrava habilidade em criar histórias. O gosto pela escrita e pela leitura levou-a a se formar em Jornalismo. Trabalhou em jornais impressos, emissoras de televisão e assessorias de comunicação.
Aos 21 anos publicou seu primeiro livro "Miguel e Pão dos Anjos", pela Editora Santuário. A trama conta com muita aventura e suspense destinada ao público infantil.
Aproveitando a receptividade de seu primeiro livro, Laura lançou em 2012 histórias em forma de poema, também destinadas às crianças, no livro "Lendo com o Papai e a Mamãe", pela distribuidora Mãe da Igreja.
Seu primeiro romance destinado aos jovens leitores foi lançado em março de 2012. "Freud, me tira dessa!" traz a história da Catarina, suas confusões e trapalhadas amorosas. Buscando rever suas escolhas, Catarina inicia a psicoterapia e se apaixona pelo terapeuta. A história promete emocionar e divertir os leitores.

5 comentários:

  1. Ai, Cynthia! Assim você me mata do coração! É um honra ter um livro de minha autoria resenhado por você. MUITO obrigada! Beijokas! Laura Conrado

    ResponderExcluir
  2. Ola! Tudo Bem! Me nome é Ulisses Sebrian
    e visitei o seu blog e gostei muito. Entrei como
    Seguidor se não se importa. Parabéns pelo seu blog
    e boa sorte.
    Sou autor de 9 romances disponíveis em meus blogs.
    Ah!Também tenho 4 blogs e gostaria que o visitasse.
    E se possível entrar como seguidor. Obrigado
    Os meus blogs são:
    http://truquedevida.blogspot.com.br/
    http://olhosdnoite.blogspot.com.br/
    http://melquisarcarde.blogspot.com.br/
    http://concientein.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá boa tarde, meu nome é waleria e sou colunista do blog de literatura, Entre Linhas.
    Meu blog que dar prioridade para a literatura nacional, por que tem muita gente que não conhece as obras maravilhosas que temos no país.
    Então gostaria de saber se você estaria interessada em ser autora parceira do Entre Linhas,
    eu ficarei muito feliz.
    Abraços

    http://planetabook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Aiiiiiiii, adorei suas palavras...já tinha curiosidade...só aumentou!!!

    Beijinhos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amei a capa e sua maneira de avaliar o livro. Com o chick lit sempre fico um pouco receosa por isso nunca da Meg Cabot,mas gstei da indicação ^^

    http://joicy-santos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir